sexta-feira, 10 de maio de 2013

Escritomancia


     Se eu decidir continuar seguindo estas linhas, aqui, vou adivinhar nosso destino? Borrão aguado sobre as letras, palavras espumantes sobre o papel – mas tão rápidas elas diluem depois da queda! E a caneta, exausta, vai-se embora pelos vãos dos meus dedos. Porque, meu querido, por mais que eu esprema, não adianta: desta tinta eu não quero o seu amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário